Ano Santo 2000

A DIOCESE DE PATOS VIVENCIA O ANO SANTO

 

O Projeto Rumo ao Novo Milênio serviu como base de preparação para a vivência do grande Jubileu do ano 2000 na Diocese de Patos.

Durante os três anos de preparação foi bastante significativo o empenho dos agentes de pastorais, movimentos e forças vivas da igreja particular de Patos para concretizar as propostas evangelizadoras apresentadas no projeto para as Igrejas no Brasil.

Por ocasião da festa de pentecostes de 1997, todos os fiéis foram convocados pelo  nosso bispo diocesano D. Gerardo Andrade Ponte a tornarem-se verdadeiros discípulos e discípulas da palavra de Deus e pela fé recebida no batismo testemunhar Jesus Cristo ontem, hoje e sempre.

Em 1998, impelidos pela força do Espírito Santo e animados pelo dom da esperança, os fiéis cristãos se empenham para tornar conhecida e amada a pessoa de Jesus Cristo no meio dos jovens principalmente pelo sacramento da crisma. Em 1999 aproxima-se a chegada do Salvador! Durante todo este ano foi intensa a preocupação para a vivência do Grande Jubileu do nascimento de Jesus Cristo. Todos os momentos fortes foram marcados por reflexões que nos convidavam a olhar para nós mesmos e nos voltarmos de coração sincero para Deus Pai através do dom da caridade e da reconciliação.

Por ocasião do Natal deste mesmo ano, sob a orientação do nosso papa João Paulo II e em comunhão com todas as Igrejas Cristãs, aconteceu em nossa Diocese a abertura do Ano Santo do Senhor. Esta celebração foi um marco muito importante para todos os que tiveram a oportunidade de participar. Foi realmente um momento de graças e de bênçãos. Em nossa realidade de Patos a celebração aconteceu em dois momentos. Num primeiro momento todas as paróquias da cidade reuniram seus fiéis para a celebração do Lucernário e em seguida fizeram uma significativa caminhada até a Catedral onde aconteceu a Celebração Eucarística presidida pelo nosso bispo Diocesano D. Gerardo Andrade Ponte e concelebrada pelos padres que compõem as cinco paróquias da cidade a saber:

– Catedral – Pe. Albertino de Sousa Barreiros

– Nossa Senhora de Fátima – Pe. Luciano Dias

– Sto. Antônio – Pe. Elias Ramalho

– São Sebastião – Pe. Francisco das Chagas

– São Pedro – Pe. Melchisedec

Toda a Liturgia foi muito bem preparada tendo presentes as orientações da CNBB e a realidade local de nossa Diocese e das comunidades celebrantes.

Um momento muito marcante desta Celebração Eucarística foi a abertura simbólica da Porta Santa acompanhada pelo toque da trombeta anunciando o Ano Santo. Antes da passagem pela a porta o nosso pastor Diocesano D. Gerardo Andrade Ponte fez uma reflexão explicando em seguida o significado da porta e convidando todos os fiéis a abrirem os seus corações á graça de Deus Pai.

Após este momento de reflexão D. Gerardo abriu a porta com o cajado, símbolo do poder de Cristo, a porta principal por onde passa todas as ovelhas.

“Em verdade, em verdade vos digo: eu sou a porta das ovelhas” (Jo 10,7).

No dia 6 de janeiro de 2001, realizou-se na Catedral de Nossa Senhora da Guia a Celebração Eucarística do encerramento do Ano Santo. A celebração foi presidida pelo nosso bispo D. Gerardo e concelebrada pelo nosso vigário Pe. Albertino de Sousa Barreiro e por Pe. Valdomiro Batista, vigário cooperador desta paróquia.

Após a celebração houve a cerimônia de aposição da placa do Jubileu que a Diocese mandou preparar para ser afixada em todas as paróquias da Diocese como lembrança deste marco tão importante na história da humanidade.

Tendo percorrido os três anos de preparação ao ano 2000 toda a humanidade pode cantar os louvores a Deus Pai celebrando com alegria o Grande Jubileu do Nascimento de Nosso Salvador JESUS CRISTO!

Nesta grande alegria, a Diocese de Patos, guiada pala ação do Espírito Santo e confiante no amor da Trindade Santa, viveu com muito zelo apostólico este momento tão significante para o crescimento da fé de seus fiéis. Toda ação evangelizadora da Diocese voltou-se para viver este grande acontecimento fazendo deste um tempo FAVORÁVEL DE GRAÇA.