Congresso Missionário Nacional tem início no Recife

Em noite de muita alegria, foi aberto ontem (07) à noite, no auditório do Colégio Damas, no Recife, o 4º Congresso Missionário Nacional, promovido pelas Pontifícias Obras Missionárias e pela Arquidiocese de Olinda e Recife. A abertura reuniu 700 delegados missionários de todo o Brasil, que junto com bispos convidados participarão de oficinas e conferências ao longo de três dias na capital pernambucana, discutindo o tema “A alegria do Evangelho para uma Igreja em saída”.

O secretário executivo e coordenador de pastoral da arquidiocese de Olinda e Recife, padre Josenildo Tavares, coordenou os trabalhos da noite, convidando para compor a mesa de abertura o diretor das Pontifícias Obras Missionárias (POM) e presidente executivo do Congresso, padre Maurício da Silva Jardim; o presidente de honra do congresso, dom Fernando Saburido; o presidente do Congresso Missionário e da Comissão Episcopal para a Animação Missionária da CNBB, dom Esmeraldo Barreto de Farias; e a vice-presidente do 4º Congresso Missionário e presidente da Conferência Nacional dos Religiosos (CRB), Irmã Maria Inês.

Em seu discurso de abertura, o presidente de honra do congresso, o arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, externou a satisfação em receber o congresso, que acontece pela primeira na região Nordeste, comentando o ineditismo de realizar, na semana anterior ao evento, uma Semana Missionária. “Por conta de o Congresso disponibilizar vagas determinadas para cada região do Brasil, decidimos que cada vicariato programasse uma Semana Missionária com seus fiéis, para que o espírito missionário se instalasse na Arquidiocese como um todo, dando oportunidade a mais pessoas de participar da missão”, comentou o arcebispo.

Animada pelos seminaristas da Pia Sociedade de Padre Nicola Mazza, a noite teve momentos marcantes: a entrada da imagem de Nossa Senhora Aparecida no plenário, acompanhada pela voz da cantora Cristina Amaral e por Dudu do Acordeon; a oração liderada pelo Ministério de Música e pelo maestro Gilson Celerino; e a participação da Infância Missionária do Vicariato Cabo, com encenação e dança abordando o trabalho das Pontifícias Obras Missionárias e os objetivos do 4º Congresso Missionário Nacional.

Apresentações culturais encerraram a noite de abertura do Congresso na quadra coberta do Colégio Damas. Ao som do maracatu e do frevo, os bailarinos do Movimento Pró-Criança coloriram o espaço e entusiasmaram os presentes. Também o poeta popular Eugênio Pacelle declamou poemas matutos com muito humor. A noite encerrou com forró pé-de-serra.

Para o sábado (08), estão previstas conferências e oficinas pela manhã e à tarde. Haverá coletiva de imprensa sobre o lançamento da Campanha Missionária 2017 às 16h30 e, em seguida, celebração eucarística presidida pelo presidente da CNBB e arcebispo de Brasília, cardeal Sérgio da Rocha. Congressistas e fiéis da Arquidiocese reúnem-se, às 19h, na Praça do Derby, para uma caminhada orante até a Igreja das Fronteiras, onde morou o arcebispo emérito de Olinda e Recife, dom Helder Camara.

Fonte: cnbbne2.org.br

Comentários fechados.