Diocese celebra Jubileu Áureo Sacerdotal de Pe. Valdomiro Batista

No último sábado, 27 de julho, na Matriz de Nossa Senhora de Fátima, aconteceu a Celebração Eucarística em Ação de Graças pelos cinquenta anos de sacerdócio do Pe. Valdomiro Batista. Estavam presentes e concelebraram com o mesmo, vários padres da diocese, dentre eles Pe. Ronaldo vigário geral, Pe. Paulo Jackson, que veio de Minas Gerais e Pe. Flávio Mamede pároco de Nossa Senhora de Fátima , também  os diáconos Rodrigo, José Tadeu e José Jovino.

O Pe. Valdomiro iniciou a celebração com o entusiasmo e a alegria que lhe é peculiar, demonstrando amor e zelo pelo sacerdócio. Na homilia, o padre Flávio ressaltou o vigor e a disponibilidade sempre presentes  na vida deste padre e no seu ministério sacerdotal. Disse que é difícil falar do mesmo, mas também muito fácil, pois durante estes três anos do seu paroquiato nunca presenciou tristeza no olhar dele, chegando a compará-lo ao Papa Francisco. Abrindo a bíblia e folheando-a, a vida sacerdotal de Pe. Valdomiro se resumiria no refrão do salmo cantado na celebração: Tu és Sacerdote eternamente segundo a ordem do rei Melquisedec! Precedendo assim, a vinda de Jesus Cristo a quem ele segue com fidelidade.

No final da celebração, o Pe. Flávio leu uma mensagem do Senhor Bispo Diocesano D. Eraldo Bispo da Silva, que se encontrava  no Rio de Janeiro por ocasião da JMJ. Na carta D. Eraldo reconheceu o trabalho, a luta, a disponibilidade e o testemunho de Pe. Valdomiro que cativa e anima na fé. Foi homenageado também por toda paróquia e por crianças da catequese que lhe entregaram flores como sinal de ternura e carinho.

Em suas palavras de agradecimento o Pe. Valdomiro fez um resumo de sua história de vida, lembrando que um dia um jovem do sítio foi chamado a seguir Jesus. No início era um jovem com medo de magoar os mais velhos e hoje é um idoso com receio de magoar os jovens. Citou nomes de irmãos no sacerdócio que se fizeram presentes na sua trajetória, o bispo de Cajazeiras da época do seminário e grandes amigos como: Dom Expedito, 1° Bispo da diocese de Patos e Pe. José Lopes ambos falecidos, além de Pe. Severino que estava concelebrando com o mesmo. Agradeceu ao clero pela amizade e paciência para com ele. Finalizou com muita emoção e agradecendo ainda a todos os féis e leigos que se dedicaram e prepararam com carinho esta festa. Foi muito aplaudido, numa demonstração de carinho, respeito e atenção pelo amado padre Valdó.

Veja o vídeo com o agradecimento de Pe. Valdomiro.

Texto: Girlande Morais

Fotos: Wiviane Felix

Vídeo: Glauber Alves

Comentários fechados.