ORIENTAÇÃO PASTORAL SOBRE O ANO DE SÃO JOSÉ

Queridos padres, diáconos, leigos e leigas, povo de Deus desta Diocese de Patos.

No último dia 8 de dezembro, o Papa Francisco convocou o “ano de São José” para comemorar os 150 anos do decreto Quemadmodum Deus, assinado em 8 de dezembro de 1870, pelo Papa Pio IX, que declara São José, padroeiro da Igreja católica. Neste dia, há 16 anos, havia sido proclamado o dogma da Imaculada Conceição (8 de dezembro de 1854). Resolvemos então apontar algumas SUGESTÕES PARA VIVÊNCIA DO ANO DE SÃO JOSÉ EM NOSSA DIOCESE:

  1. Na Diocese de Patos a proposta é que vivenciemos este recomendado ano de espiritualidade Josefína, de MARÇO DE 2021 A MARÇO DE 2022. Associando-o também ao ano da família (19 de março 2021 – 26 de junho 2022).
  2. Sendo São José padroeiro da Igreja católica, que tal adquirir uma digna imagem ou ícone do padroeiro universal da Igreja, para igrejas matrizes ou capelas onde não exista? Conforme as conveniências financeiras da paróquia, é claro.
  3. Que em todas as celebrações do mês de março reze-se a oração do Papa a São José.
  4. Reproduzir, em quantidade, o texto da oração com a imagem de São José para ser distribuído entre os fiéis.
  5. Onde não se tem São José como padroeiro que se reze o tríduo em preparação da festa no dia (19/03) com reflexões e catequese sobre José: o pai amado, pai na ternura, pai na obediência, pai no acolhimento, pai com coragem criativa, pai trabalhador e pai na sombra e sobre as referências Bíblicas ao padroeiro da Igreja.
  6. Aproveitando ainda para evidenciar os quatro sonhos de São José: (Mt. 1,20-24;

2, 13-14; 2, 19-23) e a devoção a São José dormindo.

  1. Na paróquia em que seja São José o padroeiro ou que tenha capela a ele dedicada que se reze a Missa Votiva, a cada dia 19 do mês, durante este ano.
  2. Na paróquia onde não houver que se faça o mesmo a cada primeira quinta-feira do mês.
  3. Celebrar com entusiasmado esmero o dia primeiro de maio evidenciando o nosso compromisso sócio-transformador junto aos muitos trabalhadores e trabalhadoras e com o povo desempregado em nosso País: pais, mães, jovens.
  4. Utilizar momentos paroquiais oportunos e os meios de comunicação para catequeses bem elaboradas tendo como referência a carta apostólica Patris Corde.
  5. Propostas para celebração de abertura (âmbito diocesano): no dia 19.03.2021 às 17h, na igreja catedral, celebração presidida pelo Bispo Diocesano com participação dos padres da cidade de Patos, dos seminaristas( Seminário São José) e dos fiéis. No dia 25 de março, quando teremos a presença de todo o clero – Missa dos Santos Óleos – marco diocesano de abertura do ano a São José com entronização da imagem do padroeiro universal da Igreja Católica.

 

Dom Eraldo Bispo da Silva
4º Bispo Diocesano

.

Comente