Projeto Igreja Solar é discutido em Patos

Aconteceu no último dia sete de dezembro, quinta-feira, na Cúria Diocesana de Patos, uma reunião com representantes do Comitê de Energias Renováveis do Semiárido (CERSA), da Ação Social Diocesana de Patos (ASDP), do Programa de Promoção e Ação Comunitária (PROPAC) e da Pastoral da Comunicação (PASCOM).

A reunião teve como objetivo dar continuidade às reflexões e encaminhamentos práticos a respeito do Projeto Igreja Solar, uma proposta nascida do debate entre várias organizações do Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas. Anteriormente, esse mesmo tema foi tratado diretamente com Dom Eraldo Bispo da Silva, com representantes do clero e das diversas pastorais e movimentos religiosos da Diocese de Patos.

A ideia do Projeto Igreja Solar é a implementação de experiências demonstrativas de energia fotovoltaica descentralizada, utilizando-se os telhados das igrejas ou de outras estruturas das paróquias, o que irá contribuir para reduzir os custos financeiros mensais e evitar mais impactos ambientais. A proposta também inclui como fundamental um componente educativo e de mobilização comunitária a respeito das graves e aceleradas mudanças climáticas, como alerta o papa Francisco em sua Carta Encíclica Laudato Si (Louvado Seja), que trata dos cuidados com a Terra, a nossa Casa Comum.

Ao final da reunião ficaram acordados dois encaminhamentos concretos. Realizar na Diocese de Patos um grande Seminário de reflexão e sensibilização sobre as mudanças climáticas e os impactos dos grandes projetos de Energia Eólica e Solar. A sugestão é que esse evento ocorra no dia 06 de Fevereiro de 2018.

Um outro encaminhamento prático acatado foi a instalação de uma experiência de Energia Solar na Paróquia de Santa Luzia, no vale do Sabugy, região da Diocese de Patos impactada com a instalação de diversos Parques de Energia Eólica.

Participaram da Reunião o Professor Walmeran Trindade (CERSA), Padre João Saturnino de Oliveira (AÇÃO SOCIAL DIOCESANA DE PATOS), Irenaldo Pereira (PROGRAMA DE PROMOÇÃO E AÇÃO COMUNITÁRIA) e José de Anchieta (PASTORAL DA COMUNICAÇÃO)

Texto: Pascom Diocesana

Comentários fechados.